Entenda como será o financiamento imobiliário da Caixa corrigido pela inflação
Voltar para o blog

Entenda como será o financiamento imobiliário da Caixa corrigido pela inflação

Novo crédito deverá financiar imóveis mais caros, segundo o banco público

A Caixa passará a oferecer financiamento imobiliário com uma taxa de juros mais baixa, mas o contrato será reajustado mensalmente pela inflação. 

Atualmente, os empréstimos para a compra da casa própria são corrigidos pela TR (taxa referencial). Criada em 1991 em uma das medidas para conter a hiperinflação, a TR é considerada uma das jabuticabas do sistema financeiro. 

Além de corrigir os contratos de financiamento imobiliário, a TR corrige a poupança e o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), duas das principais fontes de recursos para o setor de construção e a compra de imóveis.

ENTENDA COMO FUNCIONARÁ O NOVO SISTEMA

O que é o novo financiamento imobiliário da Caixa?

O cliente poderá contratar um financiamento cuja taxa de juros terá dois componentes: uma taxa fixa, entre 2,95% e 4,95% ao ano, mais a variação da inflação (pelo IPCA mensal). 

A taxa mais baixa, de 2,95% ao ano, será apenas para servidores públicos. Trabalhadores do setor privado terão juros a partir de 3,25% pela nova modalidade. Nos dois casos, o teto é 4,95%, para clientes que não têm relacionamento com a Caixa --como recebimento de salário, por exemplo.

Considerando a previsão do mercado financeiro de que a inflação termine o ano a 3,71%, isso significaria que o crédito imobiliário teria um custo ao redor de 6,71%. Para 2020, a expectativa de inflação é de 3,90%, o que levaria a taxa média para ao redor de 6,90%. A taxa sempre mudará conforme muda a inflação.

O banco financiará até 80% do imóvel e o prazo será de 30 anos. 

Quando a nova taxa começa a valer?

A Caixa começará a oferecer os novos empréstimos a partir da segunda-feira (26).

Essa taxa é menor que a cobrada pelos bancos atualmente?

Depende. Bancos têm concedido financiamentos com taxas prefixadas a partir de 7,99% ao ano mais TR (que atualmente está zerada). Nas linhas pró-cotista e Minha Casa, Minha Vida, que usam recursos do FGTS, as taxas são mais baixas. A expectativa, além disso, é que os juros caiam conforme a Selic é reduzida pelo Banco Central. A taxa básica de juros está em 6% ao ano e pode terminar 2019 em 5%, conforme projeções do mercado financeiro

Compare as taxas e condições

 

Banco do Brasil

Bradesco

Caixa

Itaú

Santander

Taxa de juros para imóveis até R$ 1,5 milhão, em % ao ano

7,99

8,9

De 8,5 a 9,75

A partir de 8,1%

7,99

Taxa de juros para imóveis acima de R$ 1,5 milhão, em % ao ano

7,99

9,35

De 8,5 a 9,75

A partir de 8,1%

7,99

Prazo de financiamento

35 anos

30 anos

35 anos

30 anos

35 anos

Percentual do imóvel que pode ser financiado

Até 80%

Até 80%

Até 80%

Até 82%

Até 80%

Fontes: bancos 

O que acontece com o financiamento que eu já tenho?

Permanece igual. A nova modalidade é apenas para contratos novos de financiamento.

Sempre será vantajoso o financiamento pelo IPCA?

Só será vantajoso se a inflação se mantiver baixa porque é disso que depende o custo menor. Se a inflação disparar, o financiamento imobiliário poderá pesar no orçamento. A correção pelo IPCA, assim como na TR, será mensal. A diferença é que a TR oscila menos que a inflação.

Por que a Caixa conseguirá cobrar uma taxa fixa menor no financiamento nesse sistema e não consegue baixar o financiamento tradicional?

O que a Caixa planeja é criar um mercado de títulos de dívida de financiamento imobiliário. Vários contratos de créditos seriam emitidos e vendidos no mercado a uma taxa de juros fixa mais a inflação, em uma estrutura de remuneração parecida com títulos da dívida pública Tesouro IPCA+.

Com mais dinheiro e sem a necessidade de carregar a dívida, o banco poderia emprestar mais, reduzindo o custo do dinheiro.

Fonte: Folha.uol.com.br

Aproveite e faça uma simulação conosco

http://concreta-solucoes.rds.land/simulador-financiamento

Entre em contato ainda hoje e saiba mais! | (55) 3307-9872 | (55) 99994-0025 WhatsApp   comercial@concretasolucoes.com.br

Outros posts

  1. 5 bons motivos para você sair do aluguel!

    5 bons motivos para você sair do aluguel!

    Locar um imóvel é sempre um boa solução temporária, mas existem muitas vantagens em comprar uma casa própria. Mesmo se você não pode comprar um imóvel à vista, o valor gasto todo mês com um aluguel po...

  2. 5 dicas para escolher uma imobiliária de confiança

    5 dicas para escolher uma imobiliária de confiança

    Comprar, vender ou alugar um imóvel é uma tarefa que exige profissionais capacitados para realizar a negociação. Somente uma imobiliária de confiança pode dispor desse diferencial. Mas, para isso, voc...

  3. Caixa corta juros do financiamento habitacional!

    Caixa corta juros do financiamento habitacional!

    Em nossa última postagem aqui no Blog, já haviamos falado sobre o bom momento para investir no mercado imobiliário e na semana passada tivemos mais ótimo motivo para voltar a afirmar isso! A Caixa E...